Escravos

perdeu-se o sentido houve alguma vez? a vítima se apaixona pelo estuprador a dor sentida chorada gemida grita as reticências da repetição, sem lamentação muitos imploram o estupro da dignidade imploram a regência da morte da liberdade retorno ao fanatismo extremo dos que não se conhecem permanecem, submersos em predileções perdidos em negações amputações internalizadas... Continuar Lendo →

E nossa responsabilidade, onde está?

Todos querem alguém acusar pelo sofrimento ou pelo preconceito que nós todos já sofremos o chiar é criança, adolescente, adulto ou sei lá só sei que todos sofremos e somos vítimas do que querem nos causar. E nossa responsabilidade na criação onde está? Será que fugiu a nadar ou só foi ali passear? Felipe Abras... Continuar Lendo →

Chega de repetir

Em deslizes inconscienciais permaneço Incógnito. Em qualquer ação É vento reação. Em alguns momentos Ego descansa, Dorme criança Afago é afeto. Trago o recalque à vida Lapido interpretações Desmoldo sentimentos E brilho paz em emoções. Refém, não mais É vítima que jaz. Liberdade é ação Causa e efeito é lei Mas nem sempre regra. Abro... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑