passageiro

Padrões todos seguem cada um escolhe o que mais encaixa à ilusão ou desilusão inerente aos que tanto querem mas dentro não enxergam o brilho a vontade o desatino a diferença de fazer o que se quer sem um padrão do outro sequer. às vezes eu me canso muitas vezes eu nem tento sair de... Continuar Lendo →

do abismo ao infinito

do abismo ao infinito há tristezas memórias a se reconhecerem reencontros com a alma momento de esvaziar espaços cheios de nada tanta merda dita conhecimento mais o que fazem é nos perder o momento. História nos foi ensinada ao bel prazer de interesses alheios à liberdade de corações ferozes que hoje gritam a saída das... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: