fogo

O fogo queima se a pele teima em repetir o passado o conforto sempre vivido agora, assado morto e enterrado. a natureza não é dual ela faz seu dever sem julgar ou temer o que está pela frente não importa o que a gente tente vai queimar se estiver na hora de ir e a … Continue lendo fogo

Sonho ou realidade?

A distância entre o sonho e a realidade é nula: a realidade é o sonho e o sonho é realidade a separação é, mais um vez ilusão. Se a intenção é um sonho real saiamos do nosso ideal de conforto vasculhemos emoções desapeguemos cantemos canções e nos arredemos, do que nos faz mal para num … Continue lendo Sonho ou realidade?

Larva-palavra

Na tentativa de ser impecável com a palavra perscruto em cada fala que me sai desejos medos ansiedades e receios, tem hora que encontro larvas mentirinhas que me conto e sinto, por alguns pontos, que a energia se esvai. Engano-me a felicidade por estar onde estou engano-me a estabilidade por ser quem eu sou tem … Continue lendo Larva-palavra

Real x Ideal

Muitos querem, de alguma forma, ajudar observam, não gostam e acreditam que precisam mudar ou, pelo menos, tentar alterar. Um ponto importante: muitos não querem sair do lugar preferem repetir repetir repetir sem nada fazer para evoluir e nós, que queremos ajudar acabamos precisando de ajuda pois não conseguimos viver a angústia de ver o … Continue lendo Real x Ideal

Fui indicado para o “The Mystery Blogger Award”

Olá, irmandade! Seguinte: eu estou bastante feliz e lisonjeado porque fui indicado 3 vezes para participar de uma prêmio chamado “The Mystery Blogger Award”. Quem me indicou?   - O Alan Martins, do blog https://anatomiadapalavra.wordpress.com/ . Ele, além de algumas poesias, escreve sobre livros que lê e reflexões bastante interessantes sobre o ser humano e … Continue lendo Fui indicado para o “The Mystery Blogger Award”

Sonhos

Vivo os sonhos meu ideal, mas em tantos planos vem o real tentar o corte com seu punhal e me ilude a morte tridimensional. Embora os olhos estejam fixos na paz em cena quase sempre e é uma pena vivo a ilusão de ser só chão. Felipe Abras