Navegando a imaginação

constantemente inconstante sigo rumo ao desconhecido amanhã ciente da incógnita presente em cada momento em que no corpo me sinto. sinto cada célula despertar a cada momento sensações de outrora de agora de amanhã e o eterno fluxo atemporal por onde lados brincam a ciranda energética entre ser e não ser na constante criação gozo... Continuar Lendo →

Vazio

The English version is right bellow Visto-me do  vazio Encaro todo riso Enamorado pelo ludismo De ser um com meu caos. Quando penso que consigo É só pra ser ouvido Por meu ser mais mortal Que faz da hora o meu punhal. Um relógio grita aqui dentro Certo de que há um centro Para tanta... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: