Um orgasmo e um trago, por favor

o ar me entra e sai leva o que não serve e a dor que seja breve me ensine passos e pormenores que me visto e me aflito em cada prazer fácil engano-me a transcendência explorando o gozo e a ciência, a lógica perversa em que me maltrato e aos poucos me largo de lado... Continuar Lendo →

Anúncios

Exagerado em emoções

O berço em que me deito é de cristal translucidamente, descanso o peito que ora ama demais ora é meu capataz ordena-me passos além do medo, que não quero estar aquém. Vez ou outra ainda me faço refém a carne, por vezes, fraca instiga-me o prazer fácil o açúcar, meu algoz mantém a energia baixa... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: