Imensurável

a intensidade do que sinto é o tamanho do peito que carrego sobre a minha alma. um tamanho imensurável que se compara ao infinito imperceptível aos olhos de quem ainda não enxerga bem. miopias destoantes de tantos se encaixam aqui dentro num formato indescritível desenhado como respeito. respeito aos olhos, às penas, às fadas e... Continuar Lendo →

Anúncios

Eclipse

A Lua, entre o Sol e Terra instiga-nos o progredir a evolução para que o nosso fluir seja menos baseado em matéria mas em equilíbrio entre o precipício e o início de um novo povo de um novo Ser que aprendeu do sofrer os limites que o barravam e o limitavam a estrada, o amanhecer.... Continuar Lendo →

O céu que somos

Seus olhos me brilham a consciência do centro, eles me tiram não há volta nem ciência que me faça tão faísca quanto o tanto que me isca seu desdém ao meu interno, centro de tanto esmero não suficiente, entretanto, para te mostrar o céu que somos sempre quando da beleza, externa tiramos o véu. Felipe... Continuar Lendo →

Sonhos

Vivo os sonhos meu ideal, mas em tantos planos vem o real tentar o corte com seu punhal e me ilude a morte tridimensional. Embora os olhos estejam fixos na paz em cena quase sempre e é uma pena vivo a ilusão de ser só chão. Felipe Abras   Para conhecer um pouco do trabalho... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: