Geometria

lápis borracha papel círculos triângulos quadrados a realidade a dimensão geometrias, em dispersão números úteros parem mundos e submundos passo a passo cibernético ilusão imagético. Felipe Abras Para conhecer um pouco do trabalho que faço com Geometria Multidimensional, clique no link: felipeabras.com/canalizacao-geometria-sagrada Se você se interessa por massagens terapêuticas e energéticas, confira o trabalho que... Continuar Lendo →

Caminhos tortos

A gente tenta ser mais, mas o frio esquenta e sem mais, viver a esmo vira mais uma nuance do cabresto este ponto que nos retiramos e aos poucos nos enganamos sobre o que pode ser ou sobre o que queremos ter, o conforto parece asas eleva-nos a quartos escuros a submundos, de nós mesmos... Continuar Lendo →

Se é de átomo, dança!

Se é de átomo dança pegue seus óculos e repare diáfano é o espaço vasculhe bem dentro ache seu centro irá entender que nosso viver não é estático é onda viaja. É um falso desejo de estagnação que para o compasso e faz tanto caso da Criação. Felipe Abras Para conhecer um pouco do trabalho... Continuar Lendo →

Seja luz!

Dizem-me: seja luz! apenas estar é fugaz. Porque criei tanto muro? Às vezes, olho o mundo e perco totalmente a paz, passo semanas inteiras cônscio de minhas maneiras e de repente esta insana mente me dói tanto o presente que quero me apagar ao invés de enxergar. Algum padrão ainda impede do instante, aquele breve... Continuar Lendo →

A angústia da separação

Se a mente é limitada compreendemos apenas o que conhecemos o além-mar do sabido é ilha perdida fora do alcance para os que vivem estátuas e não enxergam o paraíso encontrado por náufragos, os que se afogam em si mesmos os que se mergulham fundo sem medo do mundo que encontrarão e dos monstros em... Continuar Lendo →

Larva-palavra

Na tentativa de ser impecável com a palavra perscruto em cada fala que me sai desejos medos ansiedades e receios, tem hora que encontro larvas mentirinhas que me conto e sinto, por alguns pontos, que a energia se esvai. Engano-me a felicidade por estar onde estou engano-me a estabilidade por ser quem eu sou tem... Continuar Lendo →

Crença Indivíduo

A pele me força o andar ardem as queimaduras do passado e a constante busca pelo preenchimento do vazio faz-me morrer o paraíso (o fluxo inerente ao sorrir) que aqui, mora, e agora resta-me reconstituir os cortes e a sorte de ser quem eu também sou quando da estática crença indivíduo eu me afasto e... Continuar Lendo →

Encontros de alma

Na interação, eu também me encontro, independente do que acho que sou toda vez que há uma troca em mais um ponto eu me encontro. Antes eu achava que eu era só eu mesmo e assim acabei andando a esmo por aí, por aqui, por ali, por todo lugar mas agora eu descobri que aquelas... Continuar Lendo →

Cicatriz

Tento te encontrar em cada cicatriz que me permeia. Desfaço a matrix e vasculho fundo os pormenores das digressões por que passo em busca do ser que vive no espaço, do nunca, do sempre. Sei que me vivo e revivo a cada instante do sempre que é o agora. A cada dia que me faço,... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: