Um orgasmo e um trago, por favor

o ar me entra e sai leva o que não serve e a dor que seja breve me ensine passos e pormenores que me visto e me aflito em cada prazer fácil engano-me a transcendência explorando o gozo e a ciência, a lógica perversa em que me maltrato e aos poucos me largo de lado... Continuar Lendo →

pequenas equações da dualidade

Amor amor amor pregam os religiosos e os espiritualizados. gritam gemem propagam e divagam várias nuances de um bem que vaga. parece só memória, alguns se esquecem tem hora. sentam para orar, ajoelham-se... na esperança do perdão, e do atendimento. Deus tem hora marcada: quando alguém se fode e se arrepende. bom deus onipresente onisciente... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: