O quando é Agora!

Um pássaro hoje veio me contar as contradições que me impedem o voar. por horas, contou-me estórias tristes de pessoas incríveis tolhidas pelo que do outro vem. vem e no corpo é gravado, tatuagem. até quando definitiva? a essência, o interno, é miragem. aquela linda visão da alegria sem motivo quando criança... é lembrança. viagens... Continue lendo →

Possibilidades

Somos possibilidades onde me enxergo é vazio criação potencial do nada ainda a ser nada tudo a florescer caos desordem expansão limites quebrados pela não palavra indefinição quântica do corpo mente espírito palavra rasgada frequências vagantes no infinito perguntas que propagam e não fecham a caminhada bordas que deixaram de ser linha viajaram o além-mar... Continue lendo →

Gratidão

aos que aqui agora lutam sangram batalham por minorias expresso minha gratidão e vos digo: não será em vão! cada passo cada grito cada bala que carregamos no peito são escadas da evolução. viver é sentir amar construir perder chorar aprender criar e dançar, a morte é ilusão morre todo dia quem não se levanta... Continue lendo →

Multidimensional

​​ Multidimensional Eu Sou Estou em vários lugares Ares e ares de mar Vento que sobra E sou Minhas asas são maiores que minhas naves E as bato além do conhecido Até que percamos o sentido A razão Elevo a frequência por onde passo Sou onda e me viajo Infinitamente Por dentro Por fora A... Continue lendo →

A angústia da separação

Se a mente é limitada compreendemos apenas o que conhecemos o além-mar do sabido é ilha perdida fora do alcance para os que vivem estátuas e não enxergam o paraíso encontrado por náufragos, os que se afogam em si mesmos os que se mergulham fundo sem medo do mundo que encontrarão e dos monstros em... Continue lendo →

Larva-palavra

Na tentativa de ser impecável com a palavra perscruto em cada fala que me sai desejos medos ansiedades e receios, tem hora que encontro larvas mentirinhas que me conto e sinto, por alguns pontos, que a energia se esvai. Engano-me a felicidade por estar onde estou engano-me a estabilidade por ser quem eu sou tem... Continue lendo →

Crença Indivíduo

A pele me força o andar ardem as queimaduras do passado e a constante busca pelo preenchimento do vazio faz-me morrer o paraíso (o fluxo inerente ao sorrir) que aqui, mora, e agora resta-me reconstituir os cortes e a sorte de ser quem eu também sou quando da estática crença indivíduo eu me afasto e... Continue lendo →

Linearidade Truncada

A linearidade da vida é truncada não importa quem você é ou se vai pegar estrada queremos que os passos, planejados sejam firmes feito aço mas a verdade é que não há tempo ou espaço em que o comando consciente seja puro o suficiente para que o inconsciente não domine a gente. Embora, se a... Continue lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑