Carnaval

mais uma vez carnaval. veio e foi igual vendaval. do meu equilíbrio, fez excesso e me lambuzei. como, senhor, eu gostei. e gosto... dos gostos sabores amores por onde passei... não me enclausurei. os cheiros as peles as penas e lembranças moram no peito e pra Terra, me entrego. completo inteiro e certo de que... Continuar Lendo →

Ansiedade

Será o medo de perder? Será o peso de viver? Será insegurança Ou aversão à mudança? As horas correm demais, Jazemos ao lado do presente que traz O cintilar da luz que nos brilha O segredo para a melhor trilha. Sonoras são as ondas Que nos definem o coração, Seja matéria ou energia em dispersão.... Continuar Lendo →

Memória

Símbolo extenso sempre perdido, mais que querido. Fragmentos de seres que se perdem em emoções Internalizadas por experiências, por vezes, traumáticas:  Recalque. Crianças aprendem que dependem da memória. Se não se lembra, é mentira. Como assim? O que é verdade? Perdidos em dicotomias semânticas, vagamos pela infância, puberdade e adolescência tornamo-nos adultos desmemoriados. Frutos da... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑