Vidas passadas só que paralelas

O passo que danço é o compasso do canto que me guia a caminhada. Ora tropeço ora me caio, de soslaio, o tombo investigo e me rio. Deixo-me desaguar na esperança da transformação. Rio que me corre as ventas e vai desabar no mar. Oceano que me ondas e me viajas as profundezas de um … Continue lendo Vidas passadas só que paralelas

Ainda há esperança

A impermanência é a verdade Não importam os planos Ou a idade. Se gostamos de onde estamos Pode ser apego Ao que temos ou somos, Mas se houver necessidade A vida nos fará a mudança Não importa o credo A crença Ou a dança. Mas não nos preocupemos tanto Para todos, ainda há esperança. Felipe … Continue lendo Ainda há esperança

Ansiedade

Será o medo de perder? Será o peso de viver? Será insegurança Ou aversão à mudança? As horas correm demais, Jazemos ao lado do presente que traz O cintilar da luz que nos brilha O segredo para a melhor trilha. Sonoras são as ondas Que nos definem o coração, Seja matéria ou energia em dispersão. … Continue lendo Ansiedade

Sincronicidade

Entrelaçados uns aos outros Uma rede viva de consciência Fantasiamos individualidade Mas em essência, é Unidade. Eventos supostamente aleatórios lançam Encontros de almas coincidentes ao léu, Percorrem vidas inteiras e não há junção De repente, quando não há mais mente, Vem o destino e tece a união. Está escrito nas estrelas ou é pura invenção? … Continue lendo Sincronicidade

Operário

E se eu largar tudo? Vendo o carro e vou pro mundo Saber do que eu quero viver Ou ser o que posso escrever. Meu sonho mesmo é ser tranquilo Assim como vaga o rio Quero ser amor a fluir, Sem me importar com aquilo Que o outro desata a rir. Vai que eu desaguo … Continue lendo Operário