tantos Eus

constantemente perdido vivo me encontrando em todo canto em cada célula que me toco em cada copo quebrado relembrando os maus tratos tudo que fui tudo que sou tudo que estou pedaços cadências da música interna, alma perdida ou achada? amada e sentida! separam alma corpo mente emoções em mim sinto uma coisa só, vulcões... Continuar Lendo →

Morte ilusão ou verdade?

a morte o medo verdade? ilusão? será a verdade ilusão será a ilusão verdade? medo todos sentimos alguns paralisam outros se vestem de coragem e seguem contentes a viagem. medo de que se não sabe o que se é? medo pra que se o fim é o início, o recomeço? há morte nos versos diários... Continuar Lendo →

Flutuações mentais

constantemente perdidos em flutuações mentais sofrem em ansiedades ao presente, fatais viajam em desperdícios da energia criativa que poderia ser amorosa criação acabam vivendo desilusão. O amanhã é cenário mentalmente gozado na prática não há toque bem dado ou amor visitado o real é preso a um futuro ideal a um passado mal passado nem... Continuar Lendo →

O centro

alguns olhavam prum lado outros olhavam pro outro do centro, o garoto absorto, fechava os olhos com medo não queria enxergar preferia negar o paradoxo escancarado que via, sangrava pelas narinas dos cegos que achavam que viam a saída a salvação, mas ruínas dos tantos gritantes por lados, mal eles sabiam do centro, bem dentro... Continuar Lendo →

Abismo consciência

as árvores troncos raízes folhas caem renascem a idade o antigo o velho o novo se refazem os planos os panos e homens tantos se calam na calada da inocência criança interna perdida em medos distrações causados por traumas antigas ações percalços em atos agora descalços tropeçam o interior abismo consciência entre o querer e... Continuar Lendo →

Nasce um livro

um sonho várias vidas caminhos percorridos antes tortos até sofridos, mas com certeza bem vividos às vezes exageros às vezes comedidos o que importa disso tudo dos tropeços tombos caídas e recaídas são os frutos e avanços sentidos que, desta vez fizeram nascer um livro.   Gennnteeee, estou um pouco sumido aqui do blog. Perdão... Continuar Lendo →

O quando é Agora!

Um pássaro hoje veio me contar as contradições que me impedem o voar. por horas, contou-me estórias tristes de pessoas incríveis tolhidas pelo que do outro vem. vem e no corpo é gravado, tatuagem. até quando definitiva? a essência, o interno, é miragem. aquela linda visão da alegria sem motivo quando criança... é lembrança. viagens... Continuar Lendo →

O real é a imaginação?

tudo sofre separação no universo, é condição dualidade existência tridimensional limitada à compreensão da mente, a confusão escolhas caminhos vagam infinitos não importam cores ou mentes aflitas a realidade se entorta quase se quebra em nossos pés, feitos de pedra: casa ideal carro ideal vestido surreal e o real, onde mora?... na imaginação? Felipe Abras... Continuar Lendo →

Gratidão

aos que aqui agora lutam sangram batalham por minorias expresso minha gratidão e vos digo: não será em vão! cada passo cada grito cada bala que carregamos no peito são escadas da evolução. viver é sentir amar construir perder chorar aprender criar e dançar, a morte é ilusão morre todo dia quem não se levanta... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: