Fodida mente

Tem hora que fico afim de escrever mas nem sempre sei o que. Tento escrever sobre um devaneio já me perco antes do meio. Tento escrever sobre uma paixão paro, penso e perco o chão. Tento escrever sobre política e me lembro de verdades fatídicas. Tento escrever sobre economia e me lembro de vidas vazias.... Continuar Lendo →

Operário

E se eu largar tudo? Vendo o carro e vou pro mundo Saber do que eu quero viver Ou ser o que posso escrever. Meu sonho mesmo é ser tranquilo Assim como vaga o rio Quero ser amor a fluir, Sem me importar com aquilo Que o outro desata a rir. Vai que eu desaguo... Continuar Lendo →

Vazio

The English version is right bellow Visto-me do  vazio Encaro todo riso Enamorado pelo ludismo De ser um com meu caos. Quando penso que consigo É só pra ser ouvido Por meu ser mais mortal Que faz da hora o meu punhal. Um relógio grita aqui dentro Certo de que há um centro Para tanta... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: