Desconstrução

O corpo é fluido a pele é pena a memória é até pequena mas do intuito, eu me lembro: é desconstrução de emoções, que alguns membros arrancaram e me relegaram à separação. hoje, desconstruído olho-me o umbigo e me equilibro a razão ela não manda mais apesar de ainda tentar afogar minha paz. Felipe Abras

Sou muitos!

O ar que me falta é a falta que faz morar-me em matéria e sentir o vazio de ser um ponto: apenas um indivíduo e pronto. Sou muitos! Felipe Abras

Eclipse

A Lua, entre o Sol e Terra instiga-nos o progredir a evolução para que o nosso fluir seja menos baseado em matéria mas em equilíbrio entre o precipício e o início de um novo povo de um novo Ser que aprendeu do sofrer os limites que o barravam e o limitavam a estrada, o amanhecer. … Continue lendo Eclipse

Poesia, magia ou ciência?

Será poesia Magia Ou pura ciência? A busca é constante Qual seja a via. Se por uma lente Eu busco expandir Talvez com as palavras O objetivo há de vir. O fixo é maleável Às vezes, insuportável. Se uma teoria me diz Alguém que o quis Dizer para um fato Seu próprio encargo. Na pele, … Continue lendo Poesia, magia ou ciência?

O que eu devo fazer?

- Mestre, o que eu devo fazer para tentar transcender meus limites e anseios sem o equilíbrio perder? - Pare com tanto querer! Felipe Abras  

Criação

Antes, era calmo. Era Nada. Neste Nada havia Tudo. Quieto estava e minhas energias, equilibradas Mantinham a ordem não sensorial. Só amor Contido Não sentido. De repente, ficou chato Não havia ninguém com quem brincar, Era desejo Falta algo. Será contato? Audição?! Tato?! Olfato?!... e Paladar?! Resolvi criar um jogo. Era medo?... Ou escuridão? Fez- … Continue lendo Criação