Um completo incompleto

Completo Nada perfeito Emito meu som Desfaço a ilusão, Outro. Somos pedaços do infinito Amigo Ou inimigo, Um: Convergência de várias ondas Que ora Em uníssono É mel dulcíssimo. Imperfeito Completo Um humilde pecador Da igreja me afastei No cabresto não me encaixei O que não cabe Dou cabo Abandonei. Vi que Deus está na... Continuar Lendo →

Anúncios

Tudo é mente

Entrego a morte ao diabo Ele mesmo que foi inventado Que cuide da criação da mente material. Pratos rasos superfícies Não cabem tamanha deturpação Do maldito imaginário De quase toda a população. Tudo é mente Não invente! Ninguém morre Vai pra Casa. Se os micróbios se aprazem com carne podre Não serei eu a matar... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: