Silêncio e caos

No silêncio que me faço escuto o que devo escutar e observo o que posso alterar. Diante do caos que me faço danço medito e, com algumas partes Desfaço os laços. Felipe Abras https://youtu.be/o4bEvDIdq80

Um completo incompleto

Completo Nada perfeito Emito meu som Desfaço a ilusão, Outro. Somos pedaços do infinito Amigo Ou inimigo, Um: Convergência de várias ondas Que ora Em uníssono É mel dulcíssimo. Imperfeito Completo Um humilde pecador Da igreja me afastei No cabresto não me encaixei O que não cabe Dou cabo Abandonei. Vi que Deus está na … Continue lendo Um completo incompleto

Solar

Energia Flui naturalmente De dentro de nossa mente Intenções Além do bem e do mal Reverberam em dispersões Eco Do que pensamos Criamos Voos Imaginados Criam asas De dentro de nossas casas Confluências Desejos de permanência Constringem a existência Do amar A imensidão infinitesimal Compactada Em um só lar Quando pode ser tão grande Quanto … Continue lendo Solar

Chega de repetir

Em deslizes inconscienciais permaneço Incógnito. Em qualquer ação É vento reação. Em alguns momentos Ego descansa, Dorme criança Afago é afeto. Trago o recalque à vida Lapido interpretações Desmoldo sentimentos E brilho paz em emoções. Refém, não mais É vítima que jaz. Liberdade é ação Causa e efeito é lei Mas nem sempre regra. Abro … Continue lendo Chega de repetir

Invenção

Invento a sorte ao vento Que leve a morte embora Encerre a falsa vida Fluir o medo é hora. O ar não para É constante respiração Somos o conjunto Terra. Enquanto houver respiro É pra ti que miro O foco alto a gritar Da essência que nasce ao luar. Invento a sorte aos lentos Os … Continue lendo Invenção