Só sei que danço

Às vezes, fico em dúvida se danço as letras ou o coração, sou levado pelo movimento sejam das ondas em dispersão ou da minha mente em confusão, só sei que danço não importa a hora ou a intenção o que vigora é a canção o ohm eterno dos paralelos encontram paz sem direção seja na … Continue lendo Só sei que danço

“O outro em si”

No último domingo, 27/08/2017, eu tive o prazer de assistir ao espetáculo "o outro em si", da Cia Sesc de Dança. Desse momento inenarrável, nasceu o poema: Ele se perdeu andou andou andou e se perdeu em tudo que se envaideceu ele se buscava em todas as portas que escancarava entrava saia os pormenores, media … Continue lendo “O outro em si”

Se é de átomo, dança!

Se é de átomo dança pegue seus óculos e repare diáfano é o espaço vasculhe bem dentro ache seu centro irá entender que nosso viver não é estático é onda viaja. É um falso desejo de estagnação que para o compasso e faz tanto caso da Criação. Felipe Abras

Indivíduo ou infinito?

Ei, quem é você? não sei, estou sempre procurando mas, de novo, eu acabei de me esquecer do que sou, do que fui, de tudo que me prende o limite está na mente. Olho o céu e me vejo no chão. Na mão o coração, engatinha a saída o lançamento de uma nova peça em … Continue lendo Indivíduo ou infinito?

Cicatriz

Tento te encontrar em cada cicatriz que me permeia. Desfaço a matrix e vasculho fundo os pormenores das digressões por que passo em busca do ser que vive no espaço, do nunca, do sempre. Sei que me vivo e revivo a cada instante do sempre que é o agora. A cada dia que me faço, … Continue lendo Cicatriz

Fui indicado para o “The Mystery Blogger Award”

Olá, irmandade! Seguinte: eu estou bastante feliz e lisonjeado porque fui indicado 3 vezes para participar de uma prêmio chamado “The Mystery Blogger Award”. Quem me indicou?   - O Alan Martins, do blog https://anatomiadapalavra.wordpress.com/ . Ele, além de algumas poesias, escreve sobre livros que lê e reflexões bastante interessantes sobre o ser humano e … Continue lendo Fui indicado para o “The Mystery Blogger Award”

Silêncio e caos

No silêncio que me faço escuto o que devo escutar e observo o que posso alterar. Diante do caos que me faço danço medito e, com algumas partes Desfaço os laços. Felipe Abras https://youtu.be/o4bEvDIdq80