Crença Indivíduo

A pele me força o andar ardem as queimaduras do passado e a constante busca pelo preenchimento do vazio faz-me morrer o paraíso (o fluxo inerente ao sorrir) que aqui, mora, e agora resta-me reconstituir os cortes e a sorte de ser quem eu também sou quando da estática crença indivíduo eu me afasto e... Continuar Lendo →

Sonhos

Vivo os sonhos meu ideal, mas em tantos planos vem o real tentar o corte com seu punhal e me ilude a morte tridimensional. Embora os olhos estejam fixos na paz em cena quase sempre e é uma pena vivo a ilusão de ser só chão. Felipe Abras   Para conhecer um pouco do trabalho... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: