fogo

O fogo queima se a pele teima em repetir o passado o conforto sempre vivido agora, assado morto e enterrado. a natureza não é dual ela faz seu dever sem julgar ou temer o que está pela frente não importa o que a gente tente vai queimar se estiver na hora de ir e a... Continue lendo →

Caminhos tortos

A gente tenta ser mais, mas o frio esquenta e sem mais, viver a esmo vira mais uma nuance do cabresto este ponto que nos retiramos e aos poucos nos enganamos sobre o que pode ser ou sobre o que queremos ter, o conforto parece asas eleva-nos a quartos escuros a submundos, de nós mesmos... Continue lendo →

Sonho ou realidade?

A distância entre o sonho e a realidade é nula: a realidade é o sonho e o sonho é realidade a separação é, mais um vez ilusão. Se a intenção é um sonho real saiamos do nosso ideal de conforto vasculhemos emoções desapeguemos cantemos canções e nos arredemos, do que nos faz mal para num... Continue lendo →

Larva-palavra

Na tentativa de ser impecável com a palavra perscruto em cada fala que me sai desejos medos ansiedades e receios, tem hora que encontro larvas mentirinhas que me conto e sinto, por alguns pontos, que a energia se esvai. Engano-me a felicidade por estar onde estou engano-me a estabilidade por ser quem eu sou tem... Continue lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑