Desalento

As palavras tentam me sair
sou eu que me saio
perscruto exteriores
almejando interiores
bato a cabeça em maus amores
julgamentos baseados em dores
sou eu ou sou ele?
eles vocês nós
quem somos?
vestígios de guerras
pós
ou martírios quimeras
nós?
penso penso penso
quando percebo
estou desatento
ao que estou:
ausente
presente na mente
Ah, desalento!

Felipe Abras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s