A angústia da separação

Se a mente é limitada
compreendemos apenas o que conhecemos
o além-mar do sabido
é ilha perdida
fora do alcance
para os que vivem estátuas
e não enxergam o paraíso
encontrado por náufragos,
os que se afogam em si mesmos
os que se mergulham fundo
sem medo do mundo
que encontrarão
e dos monstros
em comichão,
que vivem em quartos obscuros
distantes da compreensão
quando, em rígidas pedras
gravamos as impressões
os medos,
receios e preconceitos
que nos tiram do centro
da união
e nos relega ao sofrer
à angústia
da separação.

Felipe Abras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s