Fodida mente

Tem hora que fico afim de escrever
mas nem sempre sei o que.
Tento escrever sobre um devaneio
já me perco antes do meio.
Tento escrever sobre uma paixão
paro, penso e perco o chão.
Tento escrever sobre política
e me lembro de verdades fatídicas.
Tento escrever sobre economia
e me lembro de vidas vazias.
Tento escrever sobre um sentimento
e me lembro só de tormento.
Tento escrever sobre o passado
mas está tão morto e enterrado!
Tento escrever sobre o futuro
e me lembro da ansiedade, do muro
que a cabeça eu quebro
toda vez que LÁ eu venero.
Aí só me resta o presente
momento difícil de estar
já que a minha fodida mente
não brinca de descansar.

Felipe Abras

13 comentários em “Fodida mente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s