Show da Terra

Era uma vez, em uma época não tão distante, célebres personalidades e donos de grandes empresas ditadores da economia mundial reunidos em um espetáculo do show da Terra.  A cerimônia foi iniciada com o discurso do Presidente de uma indústria alimentícia atuante em todos os cantos do mundo. Alarmem-se: “Queridos amigos e empresários, hoje é um dia que entrará para a história mundial. O dia em que abolimos a escravatura de todos os negros e índios. A partir de agora, ninguém mais é obrigado a trabalhar de graça. Incluiremos ao nosso rol de serviçais todos os seres humanos. Não faremos diferenciações entre negros, brancos, pardos, amarelos ou índios. Doravante, todos trabalharão para nós e, por seus serviços, receberão salários mensalmente. O dinheiro ganho com o suor do trabalho servirá para que comprem mais e mais de nosso império que detém o capital necessário para produzir mais e melhor. Os meios de comunicação serão a melhor forma de incutirmos ideais ilusórios nas mentes dos subordinados. Sugestionáveis ao extremo, serão reféns de seus órgãos sensoriais. Entrará em vigor a ditadura da beleza. Enfatizaremos, por meio de mensagens subliminares, a necessidade do belo para os olhos, para os ouvidos, para a pele e, notadamente, para a mente e o estômago. Nossos empregados desfrutarão da ilusão tridimensional totalmente absortos num grau de futilidade tamanha que não serão capazes de discernir o que faz bem ou o que faz mal para a saúde. Nossas bem sucedidas indústrias farmacêuticas inventarão medicamentos para que eles tenham a impressão de que estão tratando as doenças causadas pelos limites impostos à consciência, pela má alimentação e pelo estresse devido a altas cargas de trabalho. Imaginem quanta gratidão nos será devida!
Para nos ajudarem a manter a ordem, nossos companheiros serão chefes de governos e seus comparsas redigirão leis que cercearão o poder do povo em prol de nossos lucros. Hoje se inicia uma nova era e, para termos um alcance global, devemos silenciar grandes mentes e vociferar ao mundo quem é que manda.”

E assim o mundo gira….
Fim……….

Do mundo.

 

Felipe Abras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s