Navegando a imaginação

constantemente inconstante sigo rumo ao desconhecido amanhã ciente da incógnita presente em cada momento em que no corpo me sinto. sinto cada célula despertar a cada momento sensações de outrora de agora de amanhã e o eterno fluxo atemporal por onde lados brincam a ciranda energética entre ser e não ser na constante criação gozo... Continuar Lendo →

atemporal

consciente de mundos futuros vivo presentes desconstruindo passados altos fatos no corpo ancorados o fim, maus tratos emoções traumas antigos arcaicos o que achávamos que sabíamos passado diante da pele nervos ossos memórias, maus tratos pergaminhos escritos à sangue de magos reis dragões pássaros serpentes palácios num passado presente num futuro não desejado vivido e... Continuar Lendo →

voz ação

a força do desejo para a liberação pode bloquear o fluxo, a emoção o que há de ser sentido virá e sempre virá se há espaço para o movimento a voz o gesto o grito libertam já as lágrimas contidas impedem o bater das asas quando em verdade somos águas a correr o eterno rio... Continuar Lendo →

parede inexistente

eu a favor você contra eu contra você a favor contra mim ou contra quem? a favor do que? pra que separar se é amor o que a gente tem? desejos inconscientes agora presentes tão conscientes quanto um brilho semente desejo de sumir de chegar aqui ali em algum lugar onde possa me encontrar em... Continuar Lendo →

águas afins

abandonado por mim mesmo, há milênios deixei de ser Um para me lograr à dependência. ora manipulando ora me curvando, nadei fortes mares na esperança de ser mais, melhor pra você e pra mim. ora abusado ora abusando, um quase eterno jogo de vítimas e algozes que se amam e fazem contratos de trocas desejos sexos... Continuar Lendo →

Tudo ou nada

tantas guerras travadas por quase nada internas são as digressões, cenários estratos do nada reverberam medos ilusões que nos levam a nada além de medo ansiedade fome e nada tantos lindos cenários perdidos por nada aff.... do nada ao tudo ou nada nos apavoram os rios, criamos barragens não queremos repetir o enredo repetimos o... Continuar Lendo →

passageiro

Padrões todos seguem cada um escolhe o que mais encaixa à ilusão ou desilusão inerente aos que tanto querem mas dentro não enxergam o brilho a vontade o desatino a diferença de fazer o que se quer sem um padrão do outro sequer. às vezes eu me canso muitas vezes eu nem tento sair de... Continuar Lendo →

Imensurável

a intensidade do que sinto é o tamanho do peito que carrego sobre a minha alma. um tamanho imensurável que se compara ao infinito imperceptível aos olhos de quem ainda não enxerga bem. miopias destoantes de tantos se encaixam aqui dentro num formato indescritível desenhado como respeito. respeito aos olhos, às penas, às fadas e... Continuar Lendo →

do abismo ao infinito

do abismo ao infinito há tristezas memórias a se reconhecerem reencontros com a alma momento de esvaziar espaços cheios de nada tanta merda dita conhecimento mais o que fazem é nos perder o momento. História nos foi ensinada ao bel prazer de interesses alheios à liberdade de corações ferozes que hoje gritam a saída das... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: